5 truques de limpeza que toda diarista deve saber

5 truques de limpeza que toda diarista deve saber

Fazer uma boa faxina e deixar a casa impecável pode até parecer fácil para quem já trabalha com isso, mas sempre aparecem alguns contratempos com aquelas manchas e sujeiras que não saem por nada, né? Por isso, aqui vão alguns truques que você talvez ainda não saiba, mas que podem ser de grande ajuda na hora da limpeza.

1.

Acabe com a ferrugem usando limão

Provavelmente você já ouviu falar nos inúmeros benefícios do limão na hora da limpeza, né? Uma das funções da fruta cítrica é remover a ferrugem! Você pode espirrar o suco da fruta com uma garrafa de spray ou passa-la diretamente na área enferrujada, esfregando a superfície com uma escovinha.

Acabe com a ferrugem usando limão

2.

Coca-cola limpa seu banheiro e desentope sua pia

Provavelmente você já ouviu falar nos inúmeros benefícios do limão na hora da limpeza, né? Uma das funções da fruta cítrica é remover a ferrugem! Você pode espirrar o suco da fruta com uma garrafa de spray ou passa-la diretamente na área enferrujada, esfregando a superfície com uma escovinha.

Coca-cola limpa seu banheiro e desentope sua pia

3.

Limpe o teto com um rolo de pintura

Só porque o teto é difícil de alcançar, não significa que ele deva ser higienizado na faxina! Para facilitar sua limpeza, faça o serviço com um rolo de pintura. Basta umedecê-lo e passa-lo pelo espaço.

Limpe o teto com um rolo de pintura

4.

Limpe as grades do forno com vinagre

Após vários itens assados, é impossível que as grades do forno continuem limpas, não é? Pois bem, experimente colocar as grades do forno na pia ou em um grande tanque com o ralo tampado, cobrindo-as de folhas amaciantes para secadoras e, em seguida, de água morna. Despeje vinagre e detergente, deixando a solução ser absorvida durante a noite. Na manhã seguinte é só enxaguar e secar com um pano limpo.

Limpe as grades do forno com vinagre

2.

Coca-cola limpa seu banheiro e desentope sua pia

Provavelmente você já ouviu falar nos inúmeros benefícios do limão na hora da limpeza, né? Uma das funções da fruta cítrica é remover a ferrugem! Você pode espirrar o suco da fruta com uma garrafa de spray ou passa-la diretamente na área enferrujada, esfregando a superfície com uma escovinha.

Coca-cola limpa seu banheiro e desentope sua pia

5.

Tirar adesivo com maionese

Parece estranho, mas é real: os adesivos colados nos eletros de casa saem com um pouco de maionese. Duvida? Então teste: é só cobrir a superfície do adesivo com bastante maionese e deixar descansar. Depois de algumas horas você conseguirá removê-lo com tanta facilidade que parecerá mágica! Não se esqueça de limpar o local.

Tirar adesivo com maionese

Gostou das dicas? Agora que você já sabe todos esses truques, que tal receber vários clientes novos? É bem fácil, só se cadastrar no app Helpie Pro, e pronto, seus serviços vão bombar! 😉

Baixe agora o Helpie PRO!

botão loja Google Play
botão loja App Store
7 dicas que vão tornar seu home office mais produtivo

7 dicas que vão tornar seu home office mais produtivo

O home office, que até então era pouco utilizado no Brasil, se tornou a realidade de milhares de trabalhadores na pandemia. A adaptação a nova forma de trabalho nem sempre é simples. Por isso, trouxemos algumas dicas para facilitar esse processo.

1.

Escolha um local de trabalho

Primeiro, separe onde será seu local de trabalho. Dê preferências para locais mais calmos, com pouco barulho e poucas distrações. Lembre-se de que esse local será como seu escritório.

Escolha um local de trabalho

2.

Organize seu local de trabalho

Assim como no escritório, em casa também é importante manter a organização. Ambientes bagunçados tendem a atrapalhar sua produtividade e concentração.

Organize seu local de trabalho

3.

Estabeleça uma rotina

Aja como se estivesse se preparando para ir ao escritório. Acorde antes do horário de trabalho, faça sua refeição, organize o que precisar, faça o horário de almoço certo. Se você não criar uma rotina que separe casa e trabalho, não conseguirá ser produtivo em nenhum dos dois âmbitos.

Estabeleça uma rotina

4.

Vista-se para trabalhar

Sabemos que a tentação de passar o dia vestindo pijamas é grande, mas isso tende a deixar nosso cérebro “preguiçoso”, o que atrapalha muito na rotina de trabalho. Vista roupas como se estivesse indo trabalhar presencialmente.

Vista-se para trabalhar

5.

Faça pausas

Sabe aquela pausa para o café que costumava fazer no escritório? Então, faça em casa também. Vá verificar como seu filho está, brincar com o pet, por água nas plantas e etc. Esses minutos de descanso são importantes para manter a produtividade ao longo do dia.

faça pausas

6.

Comunique-se com colegas de trabalho

A falta de troca com colegas da equipe é um dos maiores desafios do home office, mas não precisa ser assim. Atualmente, existem diversas ferramentas de comunicação que podem ser usadas, você por optar por mensagens, vídeos ou ligações. É muito importante manter essa troca, tanto pelo desenvolvimento pessoal, quando para alinhar atividades.

Comunique-se com colegas de trabalho

7.

Saia do trabalho no fim do dia

Sua jornada de trabalho chegou ao fim? Ótimo. Levante-se e vá embora do escritório, mesmo que ele fique na sua casa. O importante aqui é não se tornar um refém do trabalho dentro da própria casa. Se você decidiu que sua jornada de trabalho acaba às seis da tarde, levante da cadeira às seis da tarde e vá fazer alguma outra coisa. Afinal, se você tivesse de se locomover para o escritório todo dia não estaria disponível 24 horas por dia, não é mesmo?

Saia do trabalho no fim do dia
Conheça as novidades do plano Helper PRO

Conheça as novidades do plano Helper PRO

A HELPIE não para de buscar soluções e funcionalidades para facilitar seu dia-a-dia como Helper. E por isso trouxemos novidades que vão te ajudar a transformar positivamente sua experiência como profissional.

Plano único HELPER PRO

E para não gerar dúvidas, agora o Helpie terá apenas um plano único: o HELPER PRO.

Todo Helper que se cadastrar na plataforma Helpie PRO e fizer uma assinatura, recebe uma campanha no perfil para a sua principal especialidade. Essa campanha vai servir para expor o seu perfil e o que você faz nos sites de busca como o Google e Bing, por exemplo. Assim, você ganha maior exposição na internet para ser encontrado pelos clientes que precisam dos seus serviços, além de contar com benefícios exclusivos como auxílio saúde e odontológico, desconto em farmácias e acesso a vouchers de descontos das suas lojas favoritas. <3

Boost

Função Boost

Você também pode melhorar ainda mais seus resultados através da funcionalidade Boost do Perfil. Clicando em “fazer Boost” será iniciada uma campanha exclusiva da sua página web, criada por profissionais de marketing especializados em gerar visitas e interesse de clientes mais qualificados com maiores chances de fechar serviços com você. Por isso, capriche na qualidade das informações do seu perfil. 😉

monitorar visitas

Acompanhe seu volume de visitas no seu perfil

E através de um gráfico no aplicativo você pode entender melhor como está o andamento das suas campanhas, quantos clientes visitaram a sua página e quantos clientes abriram pedidos para você. Demais, né?!

Função WhatsApp

Utilize o WhatsApp para receber pedidos e contatar clientes

Agora seus clientes podem abrir pedidos através do site http://www.helpie.com.br, ou através do aplicativo HELPIE!, optando por ser contatado pelo WhatsApp ou através do chat. Isso gera mais liberdade para você prestador de serviços poder falar com o seu cliente por onde quiser! Dentro de cada pedido aberto é possível visualizar o ícone de chat para conversar com o cliente pela plataforma ou de WhatsApp caso ele tenha optado por negociar por fora. Mas lembre-se, fechando o serviço através do aplicativo, você poderá receber avaliações que vão ajudar a aumentar sua relevância e trazer mais clientes para você. 😉

Utilizar Pix

PIX para transferir e receber

Que tal aposentar a maquininha que você usa nos seus serviços, além daquelas taxas injustas que são descontadas no seus recebimentos? Através da nova funcionalidade PIX cobrança, localizado dentro de cada pedido e na da aba HELPIEPAY, é possível gerar um QR Code para o seu cliente escanear ou, gerar um código e enviar para que ele pague através do banco dele. Ficou muito simples receber pelos seus serviços! Você também pode usar a sua conta digital e fazer PIX para outras pessoas ou até mesmo pagar suas contas pelo app.

Destaque para atividade principal

Dê maior destaque para a sua especialidade principal

Quando cadastrar as suas especialidades na aba “Meus Serviços” você deve selecionar qual será o principal serviço que você quer oferecer. Assim, nós da Helpie vamos fazer esforços em cima dessa especialidade para trazer mais clientes qualificados para você quando criarmos a sua campanha. 🙂

Ficou com alguma dúvida? Vem falar com a gente, vamos adorar te ajudar!

5 passos para reformar sua casa gastando pouco

5 passos para reformar sua casa gastando pouco

Quem nunca sonhou em fazer aquela mudança em casa, deixar tudo com a nossa cara e tornar o lugar um pouquinho mais aconchegante, mas deixou de fazer porque a grana estava curta?

Com a pandemia, principalmente, o interesse das pessoas em reformarem seus lares aumentou em relação aos anos anteriores, visto que muitas passaram a utilizar suas casas não apenas como um lugar de transição do dia a dia, mas também como ambiente de trabalho.

Honestamente, é fácil enjoarmos do nosso quarto, dos azulejos da nossa cozinha, da forma como os móveis estão dispostos pela sala ou até mesmo da cor de nossas paredes. Mas, muitas vezes desanimamos ao ver os preços no mercado e deixamos para depois.

A verdade é que nem sempre uma reforma precisa custar caro se você se planejar direitinho — e, ainda assim, pode sair da forma que você sempre sonhou! 

Separamos aqui 5 passos para você dar um up na sua casa sem precisar investir demais! Vamos lá?

1.

Faça um planejamento

O que de fato você precisa fazer? Pegue um papel e caneta, ou até mesmo as notas do celular e liste em tópicos quais são os ambientes que você deseja reformar por ordem de importância. O que é uma necessidade no momento? O que é um desejo? Qual a sua prioridade? Descreva tudo que você precisa fazer detalhadamente. Lembre-se que isso vai te ajudar bastante nas próximas etapas e te ajuda a organizar mais a mente. 😉

planejamento

2.

Faça um repertório com suas ideias

Sabe aquele perfil do Instagram que você não para de stalkear? Aquelas fotinhos do Tumblr que você reposta para não perder? Ou até mesmo aquela pasta no Pinterest que você criou com os tipos ideais de cozinha? Tire print de tudo! 

Depois, organize direitinho em uma nova pasta e vá eliminando aquilo que você definitivamente não quer se espelhar. Deixe o menor número possível de ideias para se inspirar e foque toda sua atenção nelas. Assim, suas ideias ficam mais claras e você já tem uma direção para a qual caminhar! xD

repositório de ideias

3.

Faça um planejamento financeiro

Só nós sabemos qual mês está mais apertado ou mais tranquilo. É importante você se planejar e definir o quanto pode investir para iniciar sua reforma. Lembre-se de contar com aquilo que está dentro do seu orçamento para não sofrer com prejuízos no final. 

Defina uma data na qual você estará disponível para começar a colocar a mão na massa. Às vezes, aquele pouquinho que você consegue guardar por mês já vai ser de grande ajuda para quando chegar o dia!

planejamento financeiro

4.

Providencie os materiais

É claro que alguns profissionais já incluem os materiais em seus orçamentos, mas aquilo que você puder agilizar e providenciar com antecedência vai te ajudar bastante! 

Você terá tempo para avaliar diferentes valores de materiais, colocar tudo no papel e fazer um checklist do que falta comprar.

E não esquenta a cabeça! Você também pode conferir se possui alguns dos materiais necessários e aproveitá-los de uma reforma anterior. Ademais, dependendo do que você for fazer, também pode reaproveitar materiais que jogaria fora, reciclá-los, customizá-los e dar uma nova funcionalidade a eles. Além de economizar, você também vai dar uma mãozinha para o meio ambiente. 😉

providencie os materiais

5.

Hora de escolher um profissional

Nem tudo a gente consegue fazer por conta própria, portanto é de extrema importância escolher um profissional capaz de te atender com qualidade e te oferecer um preço justo.

Com o Helpie, você consegue receber até 4 orçamentos para um mesmo pedido. Você pode negociar valores, datas e pagar de forma super segura, uma vez que seu pagamento fica em reserva com a plataforma e só é liberado ao profissional após a conclusão do serviço.

Para pedir um Helpie é simples: vá até sua loja de aplicativos e pesquise por Helpie – Contrate Serviços ou abra um pedido acessando www.helpie.com.br. Mais prático que isso não existe, né?! xD

Depois, conta pra gente: como saiu a sua reforma?

Escolher profissional
MEI ou Autônomo: qual compensa mais?

MEI ou Autônomo: qual compensa mais?

Muita gente trabalha por conta própria, oferecendo seus serviços ou produtos, ou tem um negócio, que gerencia no dia a dia e acaba sendo responsável por tudo: pelo serviço, pela produção, pela gerência e pelo dinheiro. É aí que os problemas podem surgir. Tomar conta de um negócio é muito trabalhoso e corrido! No Brasil, existem leis que organizam esse tipo de serviços. Com certeza você já ouviu falar em MEI ou profissional autônomo. Pode ser que você até tenha se definido como “autônomo” algumas vezes quando perguntaram o que você faz, mas o que isso quer dizer, afinal? Existem algumas diferenças entre as duas modalidades, que proporcionam grande impacto.

escolha entre autônomo ou MEI

O que vale para as duas modalidades

Ser o próprio patrão

O autônomo e o Microempreendedor Individual pode ser chefe de si mesmo. Isso significa que possui independência e para atuar. Fazer seus próprios horários, construir as próprias regras e não depender de terceiros para alcançar os resultados que almeja.

Trabalhar onde quiser

No caso do autônomo, não há endereço fixo, já no MEI, existe a possibilidade de você optar em colocar um endereço fixo ou de informar que o trabalho não tem local fixo. Ou seja, se a sua atividade permitir, pode trabalhar de qualquer lugar, até mesmo da praia no verão.

O que se aplica somente ao Autônomo:

  • Recebe o quanto conseguir
    Não há limitação no faturamento do autônomo. Ele não perderá direitos se faturar acima de uma determinada quantia por ano, por exemplo. Seu salário é definido por seu esforço e dedicação, além da demanda dos clientes, é claro.
  • Pode exercer a atividade que quiser
    Não existe um regulamento com uma relação de atividades não permitidas ao autônomo. Cumprindo com os requisitos da própria profissão, ele pode ser o que quiser.
  • Custos mais altos
    Em contrapartida, o profissional autônomo não está proibido de contratar um funcionário para atuar ao seu lado. Mas os custos são quase impeditivos, pois se equiparam aos exigidos de grandes empresas.
  • Sem benefícios
    Se ele quer se aposentar, até pode. Mas terá que contribuir sozinho com o INSS, em condições menos favoráveis. O mesmo vale para fazer um plano de saúde, já que não terá acesso a modalidades empresariais, sabidamente mais baratas.
  • Sem nota fiscal
    O fato de não poder emitir nota fiscal é outra razão para limitar seu escopo de clientes. As empresas costumam preferir documentar a operação e negociar com quem recolhe seus impostos.
  • Renda variável
    Não há garantia de salário. Se ficar doente, ou trabalha mesmo assim, ou nada recebe. Se um contrato de trabalho não é renovado, não recebe seguro-desemprego ou aviso prévio.

O que se aplica somente ao MEI:

  • Ter um CNPJ
    O CNPJ diz a todos que o MEI existe enquanto empresa. A partir daí, um leque de possibilidades surgem para os contratantes, pois hoje, grande parte das empresas recusam ter relações comerciais com a Pessoa Física.

  • Possibilidade de contratar 1 funcionário
    Ter um empregado custa menos ao MEI do que para outros formatos de empresa. Também a burocracia é menor, o que facilita o processo de contratação.

  • Isenção de impostos
    Nada é exigido do MEI quanto a impostos federais, como IRPJ, IPI, CSLL, Cofins e PIS. Além disso, seu custo é bastante baixo para o recolhimento do ICMS (tributo estadual) e o ISS (imposto municipal).

  • Direto a benefícios
    Com uma contribuição baixa à Previdência Social, ele garante o direito a aposentadoria (por idade ou invalidez), auxílio-doença e salário-maternidade.

  • Suporte
    Enfrentando qualquer dificuldade, o MEI pode recorrer ao Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Além disso, para se inscrever, tem direito à assessoria contábil gratuita, que é oferecida por uma rede de empresas contábeis optantes pelo Simples Nacional.

  • Atividades limitadas
    Se a ideia é exercer uma atividade econômica não prevista entre aquelas que são permitidas ao MEI, ele não poderá se formalizar por esse caminho, perdendo os benefícios aos quais um microempreendedor tem direito.

  • Faturamento limitado
    O MEI só pode faturar até R$ 81 mil por ano. Caso supere isso, terá que pagar impostos como uma microempresa. Se ultrapassar R$ 97.200 mil, migrará automaticamente para microempresa. E aí a conta fica mais salgada.

Afinal, qual a opção mais barata?

m condições mínimas de equiparação, com o autônomo contribuindo com o INSS, essa escolha já se torna mais cara do que ser MEI. Um microempreendedor não tem custos de formalização e paga pouco em impostos. Além disso, se precisar contratar um funcionário, o autônomo também pagará mais caro.

Ao fator custo, é preciso considerar ainda que as vantagens são maiores para o MEI, muitas delas em razão de possuir um CNPJ.

O cliente não voltou? Veja alguns erros que você pode estar cometendo

O cliente não voltou? Veja alguns erros que você pode estar cometendo

Fidelizar e conquistar mais clientes é a principal meta de qualquer empreendedor ou autônomo. Com a grande concorrência atual, se destacar é cada vez mais importante.

Existem diversos motivos que fazem um cliente não te procurar mais. Listamos aqui alguns erros que você pode estar cometendo e precisa mudar já.

1.

Problemas com o atendimento

Os problemas com atendimento são um dos principais motivos para seu cliente não voltar mais ao seu estabelecimento. E existem diversos problemas relacionados:

  1. Falta de atenção com o cliente: Isso é algo que tem se tornado comum e motivo de várias reclamações por parte dos clientes. Hoje, com o uso frenético dos celulares, muitas vezes os profissionais também os utilizam. É extremamente desagradável quando você precisa ser atendido e o profissional o ignora pois está mexendo no celular.
  2. Abordagem agressiva: Alguns clientes sabem exatamente o que querem e estão em busca disso. Outros gostam de analisar suas opções, talvez pesquisar preços. Cada um tem seu ritmo, e vendedores, atendentes e empresários precisam entender e respeitar o ritmo de cada um.
  3. Despreparo: O despreparo de um profissional é algo que nunca passa despercebido por quem está interessado em um serviço. Se o cliente pede ajuda e encontra um profissonal que não sabe as informações sobre o serviço e nem consegue ajudá-lo a tomar uma decisão, o cliente sentirá que está no lugar errado, pois o profissional não está pronto para recebê-lo e atender as suas necessidades.
Problemas com o atendimento

2.

Não tratar o seu serviço como a solução dos problemas do cliente

Esse é um ponto crucial que você precisa saber. O seu serviço não deve ser apenas um item que agregará a pessoa, seu serviço será a solução do problemas dela.

É importante que você tenha essa percepção, dessa forma irá buscar sempre conhecer melhor sobre o serviço que oferece e aperfeiçoá-lo, pois isso aumenta seu repertório de argumentos e te faz ter mais autoridade.

destratar problema cliente

3.

Não se importar com o pós venda

Outro ponto que é um dos principais motivos para clientes não voltarem. Sabe aquela situação que você teve um problema com um serviço, o pós venda foi péssimo e você pensou “nunca mais contrato esse profissional”? Então, é muito importante que não se sintam assim sobre você.

Se algum cliente te procurar foi houve um problema após o atendimento ou realização do serviço, seja solicito, procure ajudar e resolver da melhor forma. Isso com certeza aumenta seu valor enquanto profissional.

pós vendas ruim

4.

Preço fora do mercado

Geralmente, quando alguém está interessado em um serviço, realiza o orçamento com vários profissionais. Nesse momento, é analisado o preço, forma de pagamento, prazo de entrega e outros fatores que o cliente pode achar importante.

O preço, normalmente, é o principal item na escolha. Dificilmente um cliente paga muito caro, por isso, é importante acompanhar o preço do mercado. Já que, um cliente pode te tirar da sua lista de orçamentos quando seu preço fica muito alto se comparado aos concorrentes.

Procure entrar em contato com seus clientes que não fecharam um orçamento e entender o que ocorreu e qual o motivo dele não ter fechado com você. É um ótimo momento para melhorar.

preço fora do mercado
Open chat
Fale com a gente