Erros que você deve evitar ao cuidar de suas finanças

27 de agosto de 2021

🕐 Tempo de leitura: 4 minutos

Para alguns, é quase libertadora a sensação de quando o pagamento cai na conta. Ou porque passou o mês anterior apertado, ou porque pretende pagar as contas o mais rápido possível para não se endividar. 

Para outras pessoas, controlar o fluxo de dinheiro é uma missão impossível, o que ocasiona, geralmente, em problemas financeiros e em mais um mês de aperto.

Saber administrar suas finanças é o primeiro passo para conseguir atingir seus objetivos, sejam eles trocar de carro, comprar um imóvel ou até mesmo sair para se divertir sem estresse. 

Para entender quais são os pontos a mudar na sua vida financeira a fim de melhorá-la, é necessário, antes de tudo, entender onde você pode estar errando. Vem que a gente te mostra!

 

 

1.

Não realizar um planejamento no início do mês

Um dos erros mais cometidos por aqueles que têm dificuldade em gerir sua vida financeira é não se planejar. Em outras palavras, é não saber o quanto entrou, o quanto precisa sair e o quanto guardar a fim de ter uma ideia mais palpável do quanto poderá ser gasto com seus desejos.

Reserve um tempo para colocar no papel todo seu ativo, ou seja, tudo aquilo que tem em mãos, e quais são todos seus gastos. Planejamentos evitam apertos e a ilusão de que possui mais do que, de fato, tem. Além disso, te ajudam a controlar melhor o seu caixa e visualizar o quanto você pode gastar para fazer o que gosta, como uma viagem, por exemplo.

 

 

Divulgação serviços

2.

Gastar impulsivamente

A ideia de evitar ao máximo usufruir daquilo que você trabalhou para conquistar pode parecer um tanto frustrante. Não é errado gastar com a “bobeira” que estiver desejando de vez em quando, mas é importante saber o quanto do seu montante está reservado para essa função. 

Por isso, a etapa do planejamento é super importante. Tenha o controle do seu dinheiro, sem deixar com que ele controle você.

 

Divulgação serviços

3.

Estourar o cartão de crédito

Quantas vezes o cartão de crédito já não te ajudou quando estava precisando muito deixar aquela comprinha para o próximo mês? Mas quantas vezes ele já não te colocou em saias justas na hora de pagar a fatura? 

Caso a resposta para a segunda pergunta tenha sido maior do que para a primeira, está na hora de inverter o jogo!

A função crédito pode ser sua aliada caso saiba dominá-lo, mas não deve ser sua primeira alternativa ou sua única opção. Não gaste mais do que recebe e não se deixe levar por um limite alto. Se necessário, diminua-o, afinal, é melhor restringir um pouco seus gastos do que se prejudicar por conta dos juros excessivos.

prestar bom atendimento

4.

Deixar as pendências acumularem

Um dos sinais de alerta para a sua má gestão financeira é quando você atrasa uma conta. Em seguida, outra e mais outra, até que esteja de fato prejudicado.

Por isso, uma das primeiras etapas no início do mês é pagar todas suas contas. Caso haja pendências no seu nome, economize um pouco mais nos seus luxos a fim de juntar o valor necessário para saná-las o quanto antes.

prestar bom atendimento

5.

Não aplicar seu dinheiro

A melhor forma de atingir seus objetivos a longo prazo é começar a investir seu dinheiro. Hoje em dia, existem muitas maneiras de guardar parte da sua renda e fazer com que ela se rentabilize mais do que na poupança. Investigue mais a fundo para entender qual é seu perfil de investidor e comece com um percentual moderado, aumentando-o conforme os meses. 

Lembrando que você não deve contar com o valor que investir. Ele deve fazer parte do seu objetivo a longo prazo e não servir como um valor emergencial. Pelo contrário, é indicado que guarde um valor dedicado somente para emergências. Por exemplo, suponha que seu carro quebre enquanto vai ao trabalho; você não estava contando com esse gasto. Por essa razão, ter um valor reservado somente para essas eventualidades é uma garantia.

prestar bom atendimento

6.

Não saber administrar as finanças pessoais e as profissionais separadamente

Um gasto aqui, outro lá, e quando você nota já não sabe mais da onde entrou aquele dinheiro e no que gastou.

É importante definir quais são seus gastos profissionais, ou seja, aquilo que você gasta com o transporte ou material de trabalho, por exemplo, dos pessoais, como as despesas de casa e o que investe em lazer, a fim de que você possa ter um controle melho

prestar bom atendimento

Agora que você já sabe todos os erros que pode estar cometendo durante a administração de suas finanças, é necessário pontuar quais devem ser as melhorias. 

No início, mudar a forma como você conduz suas finanças pode parecer trabalhoso ou até mesmo difícil. Mas lembre-se que todos os hábitos são mutáveis e que basta dar um pontapé inicial para iniciar uma vida financeira mais fluida e bem gerida. 😉

 

Baixe agora o Helpie PRO!

botão loja Google Play
botão loja App Store

Mais postagens

Argamassa: O que é? Como preparar?

Argamassa: O que é? Como preparar?

O trabalho de saber preparar uma argamassa é indispensável para quem trabalha com construção, não a misturar do modo certo pode causar prejuízos na hora da execução do trabalho.  O que é argamassa?  É um material que serve para assentamento de tijolos, ladrilhos,...

0 Comments

0 comentários

Deixe uma resposta

Open chat
Fale com a gente